Os ataques no Rio de Janeiro são a demonstração de que a serpente chocou e pariu seus ovos, que agoram atuam eficientemente

Os ataques do crime organizado no Rio de Janeiro, uma espécie de repique do que aconteceu em São Paulo em 2006, são uma demonstração cabal de que o Brasil está refém da bandidagem, que dispõe de dinheiro, instrumental (armamentos), poder de fogo e pessoal para defender as suas fronteiras.

Não precisamos ir muito longe no tempo para saber as origens, quando e como o ovo da serpente foi botado e chocado.

Se a gente ir aos anos 80, veremos que a bandidagem proliferou à medida que governadores eleitores diretamente afrouxaram o combate ao tráfico nos morros do Rio de Janeiro. Houve até uma decisão do governador Leonel Brizola de proibir a sua polícia de enfrentar os traficantes nos morros cariocas.

A pobreza, massa de manobra dos criminosos, foi cooptada e dá seus filhos para trabalhar para o tráfico.

Indiscutivelmente, o tráfico é o motor gerador de muito dinheiro, poder e violência.

É a base de tudo.

O mesmo tráfico que promove a violência, corrompe policiais e os torna muitas vezes parte da bandidagem.

Não iremos para lugar nenhum, se o governo não instituir uma política pública visando o seguinte:

1-combater o tráfico de drogas, de forma a exterminar os ovos das serpentes que estão nas chocadeiras, produzindo novos traficas. Exterminar náo no sentido de usar a violência para matar, assassinar, fazer a justiça a qualquer preço. Exterminar no sentido de acuar, prendê-los e tirá-los de circulação por muito tempo.

2-criar programas para as comunidades pobres, visando atrair principalmente os jovens em projetos educacionais e sociais, porque uma das razões de muitos terem sido cooptados pelo crime é o fato de verem ali a única possibilidade de acessão social e terem dinheiro.

ASSASSINATO DE VEREADOR

O vereador Luis Carlos Romazzini, do PT do Guarujá, no litoral de São Paulo, foi assassinado durante a madrugada desta sexta-feira. Ele tinha 45 anos e estava dentro de casa, no distrito de Vicente de Carvalho na hora do crime. Vizinhos disseram ter ouvido o vereador abrir o portão por volta das 2h. Em seguida, foram disparados vários tiros. Seis deles atingiram o parlamentar, que chegou morto ao hospital. Amigos disseram que ele vinha recebendo ameaças e que na última madrugada a casa havia sofrido uma tentativa de homicídio.

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Os ataques no Rio de Janeiro são a demonstração de que a serpente chocou e pariu seus ovos, que agoram atuam eficientemente

  1. opais esta nesta merda depois de1964 quando um monte de politicos foram presos na bela ilha grande,então foi ensinado o modo de agir aos ladrões que la estavam presos, depois disso ficou facil os malucos aprenderam.
    foi todos alfabetizado,sem ofender o TIRIRICA

  2. PHERMENTUMPURULENTUS

    VALE A PENA LER IRMANDADE DO CRIME E ASSALTO AO PODER, QUE TRATA DESTE ASSUNTO MUITO BEM, DE C. AMORIM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s