Funcionárias públicas são condenadas por desviar dinheiro da Previdência Social

A Justiça de São Paulo condenou Angélica Gil da Silva Almeida a 4 anos de reclusão e Daniela Regina Renófio Salomão, a 3 anos, ex-funcionárias da Prefeitura de Avaré, por peculato.

As servidoras foram condenadas por se apropriarem de valores referentes a pagamento de débitos do ISS recebidos de empresas da região.

O recurso de apelação foi negado.

No entendimento do relator da apelação, desembargador Amado de Faria, a forma de agir demonstrou grande ousadia das acusadas.

Com esse argumento, ele não apenas manteve a condenação de primeira instância, como aumentou as penas de Angélica e Daniela para 4 anos e 5 meses e 3 anos e 1 mês, respectivamente.

Como se vê, ser honesto acaba ficando cada vez uma exceção neste país.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s