Tucanos higienistas impedem moradores de rua de se abrigar sob pontes e viadutos de São Paulo

Atenção senhores. A política higienista da turma do PSDB de São Paulo está de vento em popa.

Para evitar que esses pobres, mendigos, esfarrapados e malcheiros que perambulam pela capital dos bandeirantes tomem posse (seria esbulho possessório?) de vãos cobertos de pontes e viadutos da cidade, portanto, patrimônio público, a tucanada – que apesar da natureza, se tornaram aves de rapina – afixaram com cimento pedras nesses lugares.

Assim, o paulistano estará livre dessa corja fétida que insiste em viver pelos nossos recantos.

Tudo começou na gestão Serra na prefeitura, quando os vãos de pontes e viadutos da capital passaram a ser lacrados ou receberam obstáculos. Agora, a criativa medida de higienização social está lá nas novas e brilhantes pontes e viadutos da Marginal do Rio Tietê, obra que custou bilhão e tanto e até hoje não está finalizada, apesar de inaugurada com bandinha, rojões e discursos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s