Corregedoria da Polícia Civil de SP investiga delegados donos de empresas de segurança

 

A Corregedoria da Polícia Civil está investigando delegados e investigadores donos de empresas de segurança em São Paulo.

Há vários inquéritos abertos e já aconteceram alguns depoimentos, com remoção de ao menos um empresário da segurança de sua delegacia de origem.

Algums tempo atrás, caiu lá na corregedoria também a história de um delegado dono de uma rede de estacionamentos de veículos em São Paulo. O caso é intrincado. 

O pessoal da corregedoria promete aplicar a lei em cima dessa turma, porque os homens da lei têm obrigatoriamente que seguir a lei, como princípio básico da atividade profissional que desempenham.

Vários são os que alegam serem obrigados a ter um trabalho por fora para poderem sobreviver. A desculpa não pega. Todos sabem que o salário de delegado é uma das coisas mais aviltantes promovida pelo pessoal do PSDB que tomou conta do Palácio dos Bandeirantes nas últimas duas décadas e pelas pesquisas de intenção de voto parece que vai continuar.

No entanto, o miserê não é geral. Basta ir no estacionamento das delegacias e dos departamentos policiais para ver os carrões importados de propriedade dos doutores delegados e de até investigadores.

Se o “bico” dá mais dinheiro que a atividade pública, então melhor entregarem a carteira funcional e a arma que carregam e se dedicarem à coisa privada.

Não se pode é servir ao público e ao privado ao mesmo tempo, sob pena de se praticar o tráfico de influência e outras ilegalidades associadas.

Por outro lado, chamou a atenção de um promotor de justiça o relatório de uma investigação feita na grande São Paulo.

Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça pegaram conversas entre policiais civis combinando “bicos” de escolta de carga.

Num dos casos, chegou-se ao cúmulo de se fazer escolta com viaturas policiais de uma carga de aparelhos de TV LCD para uma grande rede varejista.

Assim não dá. É competir com o crime organizado.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

4 Respostas para “Corregedoria da Polícia Civil de SP investiga delegados donos de empresas de segurança

  1. kremensov

    A grande maioria, para não dizer todos, somente tem o bico por causa da carteira, e não por competência. Se abandonarem o setor público, não sobrevivem no setor privado.

  2. Soraya

    Agora me diz, por que eu devo me dedicar à segurança pública, ao cidadão, se posso ‘lucrar’ de outra forma?
    Se os índices de criminalidade caírem, a segurança do cidadão melhorar, como vou tirar proveito por meio da segurança privada? Me respondam.
    É preciso que se instaure o ‘caos’ na segurança pública para que os delegados, tenham maior lucro em suas empresas de segurança privada, não é mesmo?

    Isso é o obvio

  3. Soraya

    Agora me diz, por que eu devo me dedicar à segurança pública, ao cidadão, se posso ‘lucrar’ de outra forma?
    Se os índices de criminalidade caírem, a segurança do cidadão melhorar, como vou tirar proveito por meio da segurança privada? Me respondam.
    É preciso que se instaure o ‘caos’ na segurança pública para que os delegados, tenham maior lucro em suas empresas de segurança privada, não é mesmo?

    Isso é o obvio.

  4. bingo

    Boa Noite venhao se divertir em nosso bingo

    Rua barão de iguape nº 73 ,

    Rua pirapitingui 44 , Rua da Gloria , 622 ,

    Rua da GLoria , 699 ,

    Rua da Gloria 601 ,

    Rua da Gloria ,289 ,

    Rua dos Estudantes , 35 ,

    Praça da sé 46

    São Paulo -Sp

    muitos outros venhão se divertir pagamos os policia não tenha preocupação venha se divertir logo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s