Demissões na TV Cultura merecem investigação contra Sayad, Fernando Vieira de Mello e Palácio dos Bandeirantes

Que falta faz uma Promotoria realmente atuante que pudesse investigar as interferências do PSDB (leia-se a turma do Serra) dentro da TV Cultura, emissora manipulada por interesses políticos do tucanato?  

Num país sério, o que aconteceu nestes dias na TV Cultura merecia uma ampla, geral e irrestrita investigação para apurar como a emissora estatal (ou seria pública?) vem sendo usada para alavancar politicamente a turma do PSDB. Isso  é um escárnio. Crime de improbidade administrativa, talvez crime eleitoral; talvez, pouca vergonha pública.

Para viabilizar seus interesses partirios, essa turma do  Palácio dos Bandeirantes vem fazendo suas vítimas dentro da TV Cultura e da Fundação Padre Anchieta. Primeiro, foi o premiado jornalista Paulo Markun, jogado na lata do lixo dos tucanos, depois de ter feito estritamente o que o PSDB mandou durante sua  gestão na instituição.

Depois, veio o popular jornalista e apresentor Herodoto Barbeiro, afastado do programa Roda Viva; finalmente, chegou a vez do jornalista e professor Gabriel Priolli.

Existe uma promotoria de Fundações, que tem o dever de apurar o que se passa dentro da Padre Anchieta. Mas duvido que isso vai acontecer, por que o MP paulista   está sob cabresto e tem a simpatia de muitos integrantes dessa instituição, que tem o dever constitucional de ser fiscal da lei.

Fernando Vieira de Mello, aquele camarada que deveria respeitar a memória do pai, igualmente jornalista, e deixar de considerar que os fins justificam os meios. Ele tenta se sustentar, depois de ter sido demitido da Bandeirantes; faz isso a qualquer preco. Ele deve considerar que o mundo vai dar muitas voltas e que o castigo sempre vem a cavalo.

Quanto ao presidente da Fundação Padre Anchieta, João Sayad, devemos nos recordar seu passado. Foi ministro do governo Sarney, uma  tristeza;  foi secretário Municipal de Finanças da cidade de São Paulo na administração de Marta Suplicy e o de Secretário Estadual de Cultural do Estado durante o governo de José Serra. Sua bandeira: defender quem representa o poder.

Em nota, Sayad, nega que o afastamento do diretor de Jornalismo da TV Cultura, Gabriel Priolli, teria motivação política. Priolli deixou o cargo na última quinta-feira – apenas sete dias após ser nomeado – por não ter o perfil adequado, segundo Sayad.Rarara!

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, criou-se a suspeita de que a saída do ex-diretor teria sido influenciada pelo governo do Estado de São Paulo. Priolli orientava a produção de uma reportagem sobre o valor cobrado nos pedágios das estradas paulistas, tema usado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) na campanha de Aloízio Mercadante para governador.
A seção paulista do PT diz que vai pedir ao Ministério Público Eleitoral para investigar a saída do jornalista do cargo na TV Cultura. O ex-diretor declarou que não se pronunciará sobre o fato: “vou manter silêncio, pois ainda sou funcionário da TV Cultura”.
Amanhã será realizada uma reunião com o vice-presidente da Fundação, Ronaldo Bianchi, para definir o futuro de Priolli na emissora paulista.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Demissões na TV Cultura merecem investigação contra Sayad, Fernando Vieira de Mello e Palácio dos Bandeirantes

  1. caro baka
    este é o país da carochinha..Promotor ou Procurador de justiça trabalhar em qualquer cargo do governo não é ilegal, pois a Lei(ora Lei) não proíbe, mas convenhamos, é no mínimo imoral e anti-ético,pois, onde já se viu, o fiscal da Lei(promotor ou procurador)trabalhar para o fiscalizado(o governo)?????Somente nopaís da carochinha mesmo né…

  2. Anderson Dionisio Fernandes

    Para acabar com essa crise,tirem o Fernando Vieira de Mello dessa emissora sem vergonha e o devolvam a Band,que é o lugar dele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s