Culpa da vítima: Uniban expulsa aluna que usou vestido curto

burka

Unitaliban: novo uniforme deve preservar o ambiente escolar

A Uniban pagou anúncio nos jornais de São Paulo deste domingo (8) para informar que a aluna Geysi Vilanova Arruda foi expulsa da instituição. Geysi foi perseguida e humilhada por colegas da universidade por causa do vestido que usava. Teve que sair escoltada por policiais. O Irã fica em São Bernardo do Campo.

A intolerância, hipocrisia e fundamentalismo da instituição estão expressos em uma frase do comunicado: “foi constatado que a atitude provocativa da aluna buscou chamar a atenção para si por conta de gestos e modos de se expressar, o que resultou numa reação coletiva de defesa do ambiente escolar”.

A tal “defesa do ambiente escolar” também se aplica aos alunos que frequentam a instituição bêbados,  aos que fumam maconha nos corredores ou dão uns “tirinhos” no banheiro? Aos alunos que fingem que aprendem e professores que fingem que ensinam? A Polícia de Costumes do Irã não faria melhor. 

Lá é crime a mulher mostrar o corpo e o rosto para estranhos. Usam a “Burkha” para cobrir tudo.  As que são flagradas pela Polícia de Costumes são açoitadas em público. Talvez a Uniban adote a vestimenta medieval como uniforme para mulheres. Porque já condenou e açoitou moralmente a universitária.

Os Talebans da Uniban mostram que setores da sociedade brasileira gostariam de voltar à Idade Média, ao obscurantismo. Culpar a vítima pelo estupro porque estava sensual e o estuprador a atacou é argumento de advogado de tarado de crônica policial da década de 50.

Na visão dos Torquemadas da Universidade Bandeirante, o vestido curto de Geysi foi “flagrante desrespeito aos princípios éticos, à dignidade acadêmica e à moralidade”. Os tarados e recalcadas que quase curraram e lincharam a jovem, conforme observamos nas imagens que circularam na Internet, seguiram os princípios éticos, a dignidade e a moral dos ancestrais Bandeirantes que escravizavam, estupravam e matavam os índios que aqui viviam.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

3 Respostas para “Culpa da vítima: Uniban expulsa aluna que usou vestido curto

  1. Educador

    A faculdade está certa. A liberdade de uma pessoa termina quando começa a da outra. Ordem…

  2. fabio parra

    Não deixem seus filhos estudar na Uniban. Essa empresa, digo universidade, é daquelas que tratam a educação como mercadoria. O facismo ali é inacreditável. O MEC deveria investigar o trabalho educacional desenvolvimento por esses picaretas.

  3. erika regina

    A Uniban tomou a iniciativa correta, lá é uma instituição que promove a educação, e se ela não foi respeitada é porque não teve o devido respeito com as pessoas dali

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s