Sexo na escola ainda é tabu, mas tem muitos alunos fazendo

Z6Depois que três adolescentes, uma jovem de treze anos e dois meninos que não tiveram as idades informadas fizeram sexo dentro do vestiário do Colégio Estadual do Paraná (CEP), filmaram e divulgaram as imagens na internet, a comunidade acadêmica tem avaliado quais são as ações que os pais e professores devem tomar para orientar os jovens. As imagens já foram retiradas da internet e os alunos estão em casa sob a tutela dos pais e com acompanhamento pedagógico. A pedagoga Jane Terezinha Wisowaty, que trabalha com turmas de 3ª e 4ª séries na faixa de nove e dez anos, acredita que a educação sexual deveria virar uma disciplina, inclusive com material didático. Muitos professores não são orientados quanto a maneira mais adequada de falar com os alunos e não existe um programa aplicado em todas as instituições para tirar dúvidas e levar a informação de um profissional aos adolescentes. Para a doutora em psicologia Paula Gomide, a orientação sexual na escola está ligada à educação, e não à formação. Em sua opinião, a orientação deve começar desde cedo, quando a criança pergunta como nascem os bebês e deveria ser tratada, inclusive, em programas de televisão destinados às crianças.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s