SSP informa

O site da Secretaria de Segurança do governo José Serra abordou de maneira grotesca um caso de estupro ocorrido na Grande São Paulo. A pitoresca e importante notícia que mudará os rumos da política de segurança do estado pode ser vista abaixo.

Este blog aguarda a divulgação das estatísticas criminais do terceiro trimestre de 2009 que devem sair dia 31. Na Polícia, o comentário é de que os índices de criminalidade explodiram. Vamos ver se eles vão tratar com a mesma ironia tosca o terremoto que está por vir:

Mulher acorda com o compadre na sua cama

Segunda-Feira, 12 de Outubro de 2009

Um cozinheiro foi detido por policiais militares, às 02h00 de domingo (11), em Rio Grande da Serra, a 37 km da Capital, suspeito de ter estuprado a mulher do seu amigo. Ele aproveitou que a mulher dormia sozinha e se deitou na cama da vítima. Quando acordou, a mulher o expulsou e chamou a Polícia Militar. O suspeito foi autuado em flagrante e se encontra numa carceragem da Polícia Civil.

Uma mulher acordou na madrugada de domingo (11) e notou que o homem que estava na sua cama, apenas de cueca, não era o seu marido. Era o seu “compadre”, o cozinheiro M. F. P., de 31 anos, que havia ido a um forró com seu marido. Ela começou a gritar e acordou o cozinheiro, que tentou sufocá-la, apertando seu pescoço. A vítima reagiu e expulsou o cozinheiro da sua casa; em seguida, ligou para a Polícia Militar.

Os policiais foram até a casa da vítima, que mora na Rua Bandeirantes, em Rio Grande da Serra. Ainda segundo a mulher, o cozinheiro havia saído com seu marido para ir a um forró, sábado (10) em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo. Mas voltou primeiro, na madrugada de domingo e deitou em sua cama. Ela indicou aos policiais o endereço do suspeito, que é seu “compadre” e mora nas imediações.

Voltou mais cedo

Ao ser localizado, o cozinheiro confirmou que estivera na casa da mulher do seu amigo, mas que não fizera nada. Acrescentou que mantém um relacionamento com a vítima – quando sai com o marido dela, que é seu amigo, para ir a um forró, costuma retornar mais cedo e vai se encontrar com ela. Foi o que havia acontecido naquela madrugada, afirmou.

A vítima, contudo, desmentiu essa versão, e foi levada a um hospital para ser medicada, pois tinha lesões no pescoço e no pé. O cozinheiro foi autuado em flagrante, por estupro tentado, na Delegacia Seccional de Polícia de Ribeirão Pires, e conduzido à Cadeia Pública de Santo André, na Grande São Paulo. O delegado plantonista solicitou exames médicos periciais para a vítima e acusado.

Gabriel Rosado

Fonte: Secretaria da Segurança Pública de São Paulo

http://www.ssp.sp.gov.br/home/noticia.aspx?cod_noticia=17710

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s