Os muros da vergonha do Rio de Janeiro

Eis aqui como a miséria vai ficar cercada

Eis aqui como a miséria vai ficar cercada

Pobre Rio de Janeiro. Porta de entrada do Brasil, é hoje uma cidade em conflito consigo mesma, por conta da qualidade de seus administradores. Hoje, a prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que pretende construir o que está chamando de barreiras acústicas e de proteção nas principais vias expressas da cidade. Serão módulos feitos a base de aço, concreto e policarboneto, com 3 metros de altura. Apesar da aparência, a administração municipal evitou chamar as novas instalações de “muro”. Segundo o prefeito Eduardo Paes (PMDB), o principal objetivo é reduzir o barulho das vias nos locais em que elas passam por áreas residenciais.
As obras devem começar em novembro. As barreiras serão erguidas na Linha Amarela, na Linha Vermelha e na Avenida Brasil. As três passam por favelas, serão muito usadas durante os Jogos Olímpicos de 2016 e têm episódios recorrentes de violência. O prefeito argumenta que as barreiras não vão servir para a segurança das vias, pois, de acordo com o projeto, não serão usados materiais de blindagem. “É um absurdo você ter pessoas com a autoestrada na frente, fazendo um barulho infernal”, argumentou Paes.

O que a prefeitura quer é esconder suas mazelas, quando deveria enfrentar os problemas sociais para erradicar a miséria, o que certamente levaria à solução de muitos outros problemas, como o tráfico e o crime em geral.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s